Tratamento do diabetes: Entenda a importância do acompanhamento médico | Diário do Diabetes
Bem Estar Dia a dia

Tratamento do diabetes: Entenda a importância do acompanhamento médico

O acompanhamento médico é fundamental para o tratamento do diabetes, pois permite maior controle para o portador e melhora a sua qualidade de vida.

Viver com diabetes e ter boa qualidade de vida não só é possível, como pode ser uma rotina simples, desde que portador tome alguns cuidados. O tratamento do diabetes passa por uma alimentação saudável, pela prática regular de atividades físicas e, acima de tudo, pelo acompanhamento médico constante.

Na sociedade atual, em que o acesso à informação é cada vez mais fácil, as pessoas estão mais conscientes e tendem a consultar um médico quando surgem os primeiros sintomas de diabetes. O resultado é que os portadores descobrem a condição ainda no seu estágio inicial, o que favorece o tratamento e a manutenção da qualidade de vida do indivíduo.

Quais especialistas buscar para o tratamento do diabetes?
O acompanhamento profissional no tratamento do diabetes é fundamental para que o portador tenha todas as informações e orientações necessárias sobre os cuidados que deverão ser adotados a partir do diagnóstico.

Além do médico endocrinologista, a pessoa com diabetes deve contar com o apoio de outros especialistas, como nutricionista, educador em diabetes e psicólogo. Essa equipe ajudará não só no controle do diabetes, mas em todas as mudanças necessárias na rotina para que o portador tenha mais qualidade de vida.

Durante as consultas, os especialistas passarão recomendações fundamentais para o controle do diabetes e para que o portador possa ter mais independência em relação aos cuidados com a saúde.

Orientações sobre alimentação, atividades físicas, utilização de insulina, uso de aparelhos para medir a glicose (os chamados glicosímetros) e canetas de insulinas são alguns dos pontos abordados nas consultas. Formas de evitar complicações e como agir em casos de hipoglicemia e hiperglicemia também serão reforçadas pelos especialistas.

O tratamento do diabetes, porém, não se restringe às consultas, que podem ocorrer mensalmente ou a cada dois ou três meses, de acordo com a orientação do médico. Também são comuns os contatos por telefone, e o médico pode solicitar o envio da monitorização glicêmica do portador de diabetes.

Quais os principais exames de rotina para quem tem diabetes?

São vários os exames solicitados pelo médico durante o tratamento do diabetes. Entre eles estão:

Glicemia;
Hemoglobina glicada trimestral;
Função renal anual;
Perfil lipídico anual ou semestral;
Exame oftalmológico anual;
Avaliação cardiológica.

Contudo, é importante ressaltar que o tratamento do diabetes é baseado, sobretudo, no controle dos níveis glicêmicos (ou glicemia). Ao fazer a automonitorização, ou seja, monitorar sua própria glicemia, o portador terá condições de avaliar se o tratamento está surtindo os efeitos esperados, poderá fazer as adaptações necessárias na alimentação e até mesmo evitar complicações. Essa automonitorização é feita por meio dos glicosímetros (aparelhos para medir glicose). Fáceis de utilizar, esses aparelhos utilizam tiras reagentes a glicose que permitem medir o índice glicêmico em segundos. Além de medir, é importante anotar cada resultado em um diário para que as eventuais variações sejam avaliadas por seu médico ou nutricionista.

Gostou do nosso artigo sobre o tratamento do diabetes? Então acompanhe o Diário do Diabetes e confira outras dicas para conviver com o diabetes e melhorar a sua qualidade de vida.

Deixar um Comentário