Alimentação Saudável Diabetes

Chocolate e diabetes: Os cuidados que você deve ter na Páscoa

A Páscoa é o período de maior consumo de chocolates. Os ovos de Páscoa são uma tradição e uma verdadeira tentação para as crianças e adultos. A cada ano, as indústrias fabricam ovos com recheios inusitados e dos mais variados tamanhos. No entanto, será que Páscoa e diabetes combinam? Neste post, vamos falar um pouco sobre a dificuldade que os portadores de diabetes têm em encontrar produtos adequados para a sua saúde.

Você também conhecerá algumas dicas para escolher os melhores produtos e passar uma Páscoa com muito sabor e sem privações. Você descobrirá que há várias opções para substituir o chocolate tradicional e que você e sua família vão amar! Pois então, ficou interessada em conhecer um pouco mais sobre a relação entre páscoa e diabetes? Continue com a gente e acompanhe o nosso artigo!

É difícil encontrar chocolates para diabéticos durante a Páscoa?

A resposta para essa pergunta é não. No entanto, se você tem diabetes, é necessário redobrar os cuidados com os produtos que são vendidos com o selo diet. A primeira coisa é verificar o rótulo da embalagem. Confira os ingredientes e avalie se realmente vale a pena comprar o produto. Lembre-se que há muitos chocolates no mercado que são vendidos como diet, mas que compensam a falta do açúcar com adoçantes, além de outros ingredientes ricos em sódio, gorduras trans e outros carboidratos prejudiciais à saúde.

Portanto, se você deseja consumir um bom chocolate durante a Páscoa, outra dica é comprar ovos caseiros. Tem muitas pessoas que fabricam e utilizam produtos naturais, sem conservantes e, para quem é diabético, sem açúcar. Sem contar que os ovos artesanais, muitas vezes são bem mais saborosos que os industrializados.

Como escolher o melhor chocolate para diabéticos?

É preciso ressaltar que você não precisa restringir-se ao chocolate diet. Você pode consumir o chocolate normal, desde que com moderação. É preciso seguir a orientação médica e manter o controle da quantidade de carboidratos diária permitida. Além da contagem de carboidratos, você pode amenizar os efeitos do chocolate sobre a glicemia com o automonitoramento e consumindo o produto após a refeição, como sobremesa e de forma fracionada.

A presença de outros nutrientes, inclusive das fibras, faz com que a absorção não seja tão imediata e não provoque hiperglicemia. Outro detalhe importante, e que você não pode se esquecer, é que toda esta facilidade não torna o consumo do chocolate liberado no que se refere às quantidades.

É importante pensar no valor calórico e isso vale até para quem não é portador de diabetes. A quantidade consumida de chocolates deve ser moderada, pois o alimento é rico em calorias, açúcares, incluindo a frutose (açúcar encontrado no cacau) e gorduras, que em excesso, podem elevar o colesterol e triglicerídeos.

Portanto, para você acertar em cheio na escolha do seu ovo de Páscoa, a melhor alternativa é optar por ovos com chocolate amargo ou meio amargo que, além de conterem menos açúcares, ajudam no funcionamento do organismo, pois possuem antioxidantes que combatem os radicais livres.

Quais as alternativas ao chocolate tradicional?

 

Chocolate amargo: 51% a 75% de cacau

Rico em antioxidantes porque tem mais massa de cacau e menos manteiga de cacau. Ele é amargo ao paladar, pois possui reduzido teor de açúcar.

Chocolate meio amargo: 35% a 50% de cacau

Sua composição é bem diversificada, conforme a marca do chocolate, o sabor amargo é suavizado pela presença do açúcar. Por conta disso, deve ser consumido com moderação por portadores de diabetes. É  uma excelente opção para quem não gosta do sabor forte do amargo.

Chocolate diet

Não contém açúcar em sua composição. Porém, apresenta um açúcar natural no cacau (frutose) e, normalmente, apresenta uma quantidade elevada de gordura, que é adicionada pela indústria para melhorar o sabor.

Alfarroba

A alfarroba é utilizada para substituir o cacau. Ela também é uma alternativa para os que são intolerantes à lactose ou celíacos. Apesar do sabor similar ao chocolate amargo, alfarroba é uma vagem que, após torrada e moída, resulta em uma farinha e pode ser utilizada em produtos como substituição ao cacau.

 

Agora que você já sabe os cuidados que se deve ter com o consumo de ovos de Páscoa, poderá desfrutar desta iguaria sem culpa, não é verdade? Preste atenção aos valores nutricionais do produto e consuma chocolates com moderação!

Gostou do nosso conteúdo? Assine a nossa newsletter e continue bem informado!

Deixar um Comentário