Você sabe a diferença do Pé Diabético e Pé de Risco | Diário do Diabetes
Bem Estar Dia a dia Diabetes

Você sabe a diferença do
Pé Diabético e Pé de Risco

Hoje o Diabetes melito é uma pandemia e provoca alterações especificas na função e estrutura vascular de diferentes órgãos. O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue.

Todo paciente diabético tem o chamado pé diabético, porém, será classificado como pé de risco quando ocorrer alguma lesão por neuropatia , infecção ou isquemia. A prevenção de lesões evita úlceras que são uma das principais causas de morbidade. Identificar sinais de alertas precoces é imprescindível para reduzir essas complicações. O automonitoramento é essencial para saúde dos pés, porém ainda muito deficiente e por meio da prevenção há a possibilidade de identificar sinais de alerta precoces como inflamações e dor.

Os pés devem ser inspecionados diariamente à procura de pequenas feridas, bolhas, áreas avermelhadas, alterações nas unhas, proeminências ósseas e mudanças na forma dos pés. A inspeção deve necessariamente incluir a planta dos pés. Para realizar essa inspeção muitas vezes será necessário utilizar um espelho. Nos casos em que exista problema de visão é importante contar com a ajuda de outra pessoa.

A escolha do sapato, que deve ser macio, leve e moldado na forma dos pés.

Evite andar descalço, atenção a escolha de sandálias e chinelos; quando identificar a presença de “dormência” nos pés deve ser mantido controle periódico com um podólogo e equipe multidisciplinar.

A saúde de seus pés faz toda diferença na saúde e bem-estar na rotina desse paciente.

Deixar um Comentário